A CULTURA ENERGÉTICA - CANOLA (BRASSICA NAPUS L.)

Viviane Cavaler Micuanski, Carlos Eduardo Camargo Nogueira, Ricardo Lessa Azevedo, Edson Vanzella, Gilberto Arnauts, Ana Claudia Cabral

Resumo


A canola é uma cultura oleaginosa considerada matéria-prima importante para a produção do biodiesel. Na busca por novas fontes de energia na agricultura, um dos desafios é encontrar culturas capazes de apresentar maior rendimento de óleo e melhores características ao longo de toda sua cadeia produtiva. Neste sentido, o Brasil apresenta grande potencial para geração de energias renováveis por meio da produção de biocombustíveis. Este estudo revisa os conhecimentos sobre a cultura da canola dentro do contexto das bioenergias – abordando a produção dos biocombustíveis, do biodiesel, da canola do Brasil e as regiões de maior produção desta cultura, bem como os principais fatores que restringem a expansão de seu cultivo no país. A análise da literatura técnico-científica permitiu verificar que a canola constituiu uma cultura energética com crescente potencial de produção de biodiesel e que, o desenvolvimento de pesquisas voltadas a esta cultura fortalece não apenas o potencial de produção de biocombustíveis, mas também o mercado alimentício e de produção de farelo e ração. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v3i2.10624

Direitos autorais



Revista Acta Iguazu


ISSN 2316-4093 (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: revista.actaiguazu@unioeste.br