Aplicação de fertilizante foliar: efeito sobre desempenho do feijoeiro

Flávio Carlos Dalchiavon, Graciele Neves, Marco Eustáquio de Sá

Resumo

Os fertilizantes têm a finalidade de nutrir e estimular o desenvolvimento vegetal, podendo também proteger a planta contra microrganismos quando estes contém hormônios de plantas, que podem induzir resistência, além de potencializar o efeito dos fertilizantes. A sua aplicação, quando via foliar, é um ótimo complemento da adubação via solo. Objetivou-se verificar o efeito da aplicação foliar de um fertilizante nitrogenado (10%N), contendo hormônios de plantas (ácido salicílico 5 mM), sob o desenvolvimento produtivo do feijoeiro. O experimento foi realizado na Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão da UNESP (FEIS), localizada no município de Selvíria, MS, repetido em duas safras, 2012 e 2013. Os tratamentos foram dispostos em delineamento de blocos casualizados, em esquema fatorial (5x3x2), com quatro repetições, constituídos por cinco doses do fertilizante nitrogenado (0; 1; 1,5; 2,0 e 2,5 L ha-1), aplicadas em três estádios fenológicos (V4-3, V4-6 e R5) e em duas cultivares de feijão (IAC-Alvorada e Verde-ISA). Foi verificado o desenvolvimento produtivo, clorofila total e teor de nitrogênio foliar no feijoeiro. As doses do nitrogênio, contendo ácido salicílico, aplicado via foliar não influenciaram na produtividade de grãos das cultivares IAC-Alvorada e Verde-ISA. Porém, para o fator estádio fenológico em 2012, o estádio V4-3 teve incremento na produtividade de grãos quando comparado ao estádio R5. A cultivar IAC-Alvorada, no geral, apresentou desempenho superior à Verde-ISA.

Palavras-chave

ácido salicílico, estádio fenológico, indutor de resistência, Phaseolus vulgaris L.

Texto completo:

PDF