PASTOR WERNER FUCHS: UMA BIOGRAFIA CONSTRUÍDA NUMA PRÁXIS POLÍTICO-RELIGIOSA

Frank Antonio Mezzomo

Resumo

Werner Fuchs, pastor da Igreja Evangélica Luterana no Brasil (IECLB), é um personagem cuja biografia merece atenção especial pela sua inserção e influência histórica. Leitura e postura religiosa/política, raciocínio rápido, persuasão nas palavras e conhecimento das humanidades, pastor Fuchs viveu no Oeste do Paraná num dos momentos de maiores transformações sociais e políticas ocorridas no meio rural e urbano. Transcorre a segunda metade da década de 1970 em que o “cenário oestino” está marcado pelo intenso êxodo rural, concentração fundiária, urbanização rápida não planejada, implementação do mega projeto militar da construção da hidrelétrica de Itaipu, entre outros. A entrevista publicada na Revista Alamedas foi construída durante os meses de outubro de 2006 a março de 2007, via e-mail, num diálogo intenso e pulsante de experiências porque rememorava momentos ricos de um fazer individual e coletivo. O objetivo principal da conversa visava compreender como um personagem de intensa militância à frente de movimentos sociais e com uma biografia construída junto à religião luterana, compreendia o papel da Igreja Católica no Oeste do Paraná, sobretudo da ação de Dom Olívio Fazza, bispo da diocese de Foz do Iguaçu, diante do processo de implementação do projeto de construção de Itaipu e sua co-relação social.

Texto completo:

PDF