QUESTÕES DE GÊNERO NO MUNDO RURAL E NA EXTENSÃO RURAL BRASILEIRA

Ana Paula Schervinski Villwock, Alessandra Regina Müller Germani, Patrícia Eveline dos Santos Roncato

Resumo

Os movimentos feministas têm avançado na busca pela garantia de direitos iguais aos do homem. As características biológicas de homens e mulheres são herdadas, enquanto as diferenças de gênero são construídas socialmente e por isso podem variar no tempo e no espaço e são sujeitas às mudanças. Assim, considerando o meio rural observa-se que o trabalho realizado pela mulher agricultora não é visto, e tão pouco reconhecido como um trabalho, sofrendo diferentes preconceitos e se estende para as atividades de extensão rural no Brasil. Nesse sentido, este estudo analisou algumas conexões entre o movimento feminista e a construção da categoria gênero, dando ênfase ao meio rural e a extensão rural brasileira. Dessa forma, esse estudo permitiu abordar que o feminismo está longe de ser um consenso na sociedade como um todo, inclusive na brasileira. Além disso, quando se discute as questões de gênero no meio rural e na extensão rural nota-se que essas relações estão ainda menos presentes nesse contexto. As perspectivas são de que sejam revistas as políticas públicas, mesmo existindo ainda um conflito entre as mulheres rurais e o mundo rural contemporâneo, necessitando de um avanço nas discussões da extensão rural e do desenvolvimento rural do país.

Palavras-chave

Feminismo, gênero, meio rural

Texto completo:

PDF