Algumas Impressões acerca da mímesis e do sujeito fraturado

Vera Regina Vargas Dupont

Resumo


Este trabalho tem por objetivo realizar a verificação do novo conceito de mímesis e de sujeito fraturado, propostos por Luiz Costa Lima (2000), fazendo uma reflexão por meio da leitura da obra Notas de Subsolo, do escritor russo Dostoievski, bem como do conto “Felicidade”, de Luis Vilela. Deste modo, pretende-se realizar uma análise bibliográfica para verificar como esses novos conceitos perpassam a complexidade humana, expressa na figura do narrador, o Homem do Subsolo, que demostra perturbação e pessimismo acerca das relações humanas, bem como um profundo pesar que expressa sobre seu próprio fracasso existencial.  Para a consecução desta análise, tomar-se-á como embasamento teórico autores como Schopenhauer (2013) e Foucault (2008), dentre outros.


Palavras-chave


Mímesis; sujeito-fraturado; Literatura.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Alamedas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Alamedas - Revista Eletrônica de Filosofia


e-ISSN 1981-0253

Unioeste

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Toledo

Rua da Faculdade, 645 - Jardim La Salle

CEP: 85903-000 – Toledo-Paraná-Brasil

Fone: (45) 3379-7071

| revistaalamedas@gmail.com |