Experiência interdisciplinar: A apropriação social da natureza em Canguçu (RS)

Roberto Verdum

Resumo

A experiência interdisciplinar, no âmbito do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Rural – PGDR/FCE/UFRGS, se constituiu numa participação enquanto pesquisador e, ao mesmo tempo, enquanto orientador, em estudos relacionados à Biologia e à Geografia. Delimitou-se o município de Canguçu, no Rio Grande do Sul, como sendo o espaço geográfico empírico. Como objetivo principal, buscou-se com­preender a complexidade material dos aspectos relacionados à natureza, bem como a imaterial, nos as­pectos relacionados às estruturas e às dinâmicas sociais. Assim, duas abordagens foram desenvolvidas nas pesquisas: a) a leitura das heterogeneidades do meio e das desigualdades sociais; b) como os atores sociais manejam as potencialidades e as restrições do meio. Para analisar as heterogeneidades do meio, a espacialização dos sistemas de cultivo e de criação foram os instrumentos para identificar os meios pelos quais as heterogeneidades do meio predispõem a existência de uma diversidade de sistemas técni­cos. O estudo da produção agrícola ecológica permitiu entender que, entre os agricultores familiares, há diferenças culturais, de trajetórias individuais e coletivas. Por outro lado, verificou-se que estes são pro­dutores que não necessariamente estão subordinados a uma lógica de mercado, atuando como agentes mantenedores da biodiversidade e da sociodiversidade, na perspectiva do desenvolvimento rural.

Palavras-chave

Desenvolvimento rural; Pesquisa interdisciplinar; Desigualdades sociais; Heterogenei¬dades do meio; Canguçu

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.