A mídia incitando estilos de vida saudáveis: uma análise do quadro “medida certa” do programa Fantástico

Sandro Faccin Bortolazzo, Roseli Belmonte Machado

Resumo

Este artigo analisa como certas práticas disseminadas pelos aparatos midiáticos têm atuado na produção de saberes a respeito do corpo e da saúde. Na análise desenvolvida, utilizamos como material empírico um quadro televisivo – veiculado pelo programa Fantástico da Rede Globo – intitulado de “Medida Certa”. Assim, o que propomos problematizar é como o acionamento de certos recursos tais como a fala de especialistas na área da saúde, o uso de personalidades conhecidas, entre outros, acaba produzindo “verdades” sobre a nossa sociedade e pautando a adoção de estilos de vida saudáveis. Esses discursos ao mesmo tempo em que estimulam os sujeitos a se tornarem ativos e saudáveis, também os responsabilizam pelos cuidados com a própria saúde. A partir da análise do programa televisivo, foi possível perceber como determinados saberes acerca dos investimentos em si e da responsabilização dos sujeitos pelos cuidados com o seu corpo têm atuado como prática pedagógica na medida em que nos ensinam modos de ser saudável. Além disso, o estudo coloca em evidência a questão da saúde como um produto do mercado, ou seja, na intersecção de várias estratégias, o programa conduz os sujeitos a atuarem como gerenciadores de um estilo de vida saudável.

Palavras-chave

Saúde; Midia; Discurso

Texto completo:

PDF
';