A magnitude do efeito da idade relativa no futsal

Oldemar Mazzardo, Bryan Scheuermann Jacob, Thiago Gabriel Lanzoni Dognini, Wagner de Campos

Resumo


Os objetivos deste estudo foram a) verificar a existência e magnitude do EIR em atletas de Futsal por categorias; identificar se o EIR se faz presente em todas as posições do Futsal; e b) verificar se existem diferenças no EIR em atletas de equipes por classificação no último campeonato oficial por categoria. A amostra foi composta por 978 atletas de Futsal brasileiros do sexo masculino das categorias Sub-15, Sub-17 e Sub-20 que participaram da décima oitava (2011), sétima (2012) e trigésima (2012) taça Brasil correios de futsal respectivamente; e os atletas da categoria Adulto da Liga Futsal do ano de 2011. Dados sobre a data de nascimento, categorias, equipes, posições dos jogadores e classificação ao final do campeonato foram levantados no relatório individual de cada equipe. Os atletas foram distribuídos em quartis dos meses do ano baseados em suas datas de nascimento. A análise de dados investigou as distribuições dos valores observados e esperados através do teste de Qui-quadrado com o nível de significância de p<0,05, e nas análises de comparações múltiplas utilizando a correção de Bonferroni corrigindo o nível de significância para p<0,0083. Também foram realizados os cálculos do tamanho do efeito pelo Coeficiente de Contingência e o teste de Kruskall-Wallis para investigar diferenças no EIR por equipes melhor e pior ranqueadas nos campeonatos oficiais por categorias. O EIR está presente nos atletas de futsal de forma geral e nas categorias Sub-15, Sub-17 e Adulto. Na análise por posições o EIR foi significativo em todas as posições com tamanho de efeito variando entre pequeno e médio. Na análise por classificação final no último campeonato oficial não houve diferenças significativas entre os melhores e piores ranqueados nas categorias Sub-15 e Adulto. O EIR é observado na seleção de atletas no Futsal em categorias de base e no profissional independentemente da posição de jogo ou ranking das equipes.

Palavras-chave


Formação esportiva; Seleção de talentos; Desistência do esporte; Maturação;

Texto completo:

PDF

Referências


BARNSLEY, R. H.; THOMPSON, A. H. Birthdate and success in minor hockey: the key to the NHL. Canadian Journal of Behavioural Science/Revue canadienne des sciences du comportement, Washington, v. 20, n. 2, p. 167-76, 1988.

BOISSEAU, N.; DELAMARCHE, P. Metabolic and hormonal responses to exercise in children and adolescents. Sports Medicine, Auckland, v. 30, n. 6, p. 405-22, 2000.

BORBA, D. A.; FERREIRA JÚNIOR, J.; MARTINI, A.; COELHO, L.; VIEIRA, C. A. Análise das capacidades físicas em crianças dos sete aos dez anos de idade. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 20, n. 4, p. 84-91, 2012.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTSAL. Disponível em: Acessado em: 03 de agosto de 2012.

DELORME, N.; RASPAUD, M. The relative age effect in young french basketball players: a study on the whole population. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports, Weinheim, v. 19, n. 2, p. 235-42, 2008.

DI SALVO, V.; BARON, R.; TSCHAN, H.; CALDERON MONTERO, F.; BACHL, N.; PIGOZZI, F. Performance Characteristics According to Playing Position in Elite Soccer. International Journal of Sports Medicine, Stuttgart, v. 28, n. 3, p. 222-7, 2007.

GONZÁLEZ-VÍLLORA, S.; PASTOR-VICEDO, J. C.; CORDENTE, D. Relative age effect in UEFA Championship Soccer Players. Journal of Human Kinetics, Katowice, v. 47, n. 1, p. 237-48, 2015.

GRONDIN, S.; TRUDEAU, F. Date de naissance et ligue nationale de hockey: analyses en fonction de differents parametres. Revue des Sciences et Techniques des Activite´s Physiques et Sportives, Paris, v. 26, p. 37–45, 1991.

HELSEN, W. F.; STARKES, J. L.; WINCKEL, J. VAN. The influence of relative age on success and dropout in male soccer players. American Journal of Human Biology, Weinheim, v. 10, n. 1, p. 791-8, 1998.

HUCK, S. W. Reading Statistics and Research. 3.ed. Longman, 2000.

LAROUCHE, R. et al. Influence of birth quarter on the rate of physical activities and sports participation. Journal of Sports Sciences, Salt Lake City, v. 28, n. 6, p. 627-31, 2010.

MALINA, R. M.; BOUCHARD, C.; BAR-OR, O. Growth, maturation, and physical activity. Champagin: Human Kinetics, 2004.

MUSCH, J.; GRONDIN, S. Unequal competition as an impediment to personal development: a review of the relative age effect in sport. Developmental Review, Amsterdam, v. 21, n. 2, p. 147-67, jun. 2001.

NUNES, R. F. H.; ALMEIDA, F. A. M.; SANTOS, B. V.; ALMEIDA, F. D. M.; NOGAS, G.; ELSANGEDY, H. M.; KRISNKI, K.; SILVA, S. G. Comparação de indicadores físicos e fisiológicos entre atletas profissionais de futsal e futebol. Motriz, Rio Claro, v. 18, n. 1, p. 104-12, 2012.

PENNA, E. M.; COSTA, V. T.; FERREIRA, R. M.; MORAES, L. C. C. A. Efeito da idade relativa no futsal de base de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Curitiba, v. 34, n. 1, p. 41-51, 2012a.

PENNA, E. M.; FERREIRA, R. M.; COSTA, V. T.; MORAES, L. C. C. A. O efeito da idade relativa: um estudo comparativo entre o futsal e o futebol. Coleção Pesquisa em Educação Física, São Paulo, v. 9, n. 4, p. 173-80, 2010.

PENNA, E. M.; FERREIRA, R. M.; COSTA, V. T.; SANTOS, B. S.; MORAES, L. C. C. A. Relação entre mês de nascimento e estatura de atletas do mundial de futebol sub-17. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, v. 14, n. 5, p. 571-81, 2012b.

PENNA, E. M.; MORAES, L. C. C. DE A. Efeito relativo da idade em atletas brasileiros de futsal de alto nível. Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 3, p. 658-63, 2010.

PIERSON, K.; ADDONA, V.; YATES, P. A behavioural dynamic model of the relative age effect. Journal of Sports Sciences, Salt Lake City, v. 32, n. 8, p. 776-84, 2014.

PRADO, D. M. L. DE; DIAS, R. G.; TROMBETTA, I. C. Comportamento das variáveis cardiovasculares, ventilatórias e metabólicas durante o exercício: diferenças entre crianças e adultos. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, Rio de Janeiro, v. 87, n. 4, p. e149–e155, 2006.

RÉ, A. H. N.; CORRÊA, U. C.; BÖHME, M. T. S. Anthropometric characteristics and motor skills in talent selection and development in indoor soccer. Perceptual and Motor Skills, Thousand Oaks, v. 110, n. 3, p. 916-30, 2010.

ROGEL, T.; ALVES, I.; FRANÇA, H.; VILARINHO, R.; MADUREIRA, F. Efeitos da idade relativa na seleção de talento no futebol. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 6, n. 3, p. 171-8, 2007.

ROMANN, M.; FUCHSLOCHER, J. Relative age effects in swiss junior soccer and their relationship with playing position. European Journal of Sport Science, London, v. 13, n. 4, p. 356-63, 2013.

SANTOS, F. M. DA C.; RÉ, A. H. N. Características do futsal e o processo de formação dos jogadores. Revista Brasileira de Futsal e Futebol, São Paulo, v. 6, n. 19, p. 73-85, 2014.

SCHORER, J.; COBLEY, S.; BUSCH, D; BRAUTIGAM, H.; BAKER, J. Influences of competition level, gender, player nationality, career stage and playing position on relative age effects. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports, Weinheim, v. 19, n. 5, p. 720-30, 2009.

VAEYENS, R.; PHILIPPAERTS, R. M.; MALINA, R. M. The relative age effect in soccer: a match-related perspective. Journal of Sports Sciences, London, v. 23, n. 7, p. 747-56, 2005.

VINCENT, J.; GLAMSER, F. D. Gender differences in the relative age effect among US olympic development program youth soccer players. Journal of Sports Sciences, London, v. 24, n. 4, p. 405–413, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário ';



Direitos autorais 2017 Caderno de Educação Física e Esporte



Caderno de Educação Física e Esporte

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)

Campus de Marechal Cândido Rondon

Rua Pernambuco, 1777 | Centro

Marechal Cândido Rondon | Paraná | 85960-000

F: (45) 3284 7855

E-mail: revista.cefe@unioeste.br

Facebook: https://www.facebook.com/RevistaCEFE/