A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO: ANÁLISE DAS EXPERIÊNCIAS DE ESTÁGIO DISCIPLINAR

Marina de Lima Sodré, Marcos Garcia Neira

Resumo

O presente trabalho tenciona averiguar qualitativamente as impressões e interpretações dos estudantes de Licenciatura em Educação Física a respeito dos estágios obrigatórios que vivenciaram durante a graduação. Através da leitura dos relatórios produzidos nessas atividades, objetivamos reunir as contribuições que estas proporcionaram à formação desses alunos. Nesse sentido, averiguamos as eventuais contribuições das experiências de estágio auferidas pelos alunos do curso de Licenciatura em Educação Física da USP, desenvolvidas no âmbito das disciplinas Metodologia do Ensino de Educação Física I e II da Faculdade de Educação da USP. Como método de investigação científica, optamos pela análise de conteúdo, baseando-nos nas recomendações de Lankshear e Knobel (1998), aplicada nos relatórios elaborados pelos licenciandos. Os resultados revelam que o estágio, mesmo quando não oferece uma situação de aprendizagem idealizada, o que seria equivalente a uma escola em que tudo funcionasse, com professores devidamente comprometidos e sendo a Educação Física trabalhada com seriedade, funciona como um importante motivador de reflexão e análise crítica para o futuro professor.

Palavras-chave

Estágio, Educação Física, Metodologia do Ensino de Educação Física

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';