Entre pai e filho: análise das riquezas em duas gerações de uma família da elite agrária do município de Varginha (MG) no início do século XX

Natânia Silva Ferreira

Resumo


Varginha emancipou-se da municipalidade de Três Pontas no ano de 1882. O novo município do Sul mineiro foi formado pela cidade de Varginha e pelos distritos de Pontal e Carmo da Cachoeira. Sendo assim, o objetivo deste artigo é o de analisar a composição das riquezas de duas gerações de uma das famílias da elite agrária varginhense, bem como suas opções de investimentos. As gerações são a de um pai e um filho, ambos do distrito de Carmo da Cachoeira. O pai (Gabriel dos Reis Silva) faleceu em 1907 e, o filho (coronel Antônio Justiniano dos Reis), ao final do ano de 1918. As principais fontes utilizadas para cumprimento de tal objetivo foram inventários post-mortem. Foi possível notar que os investimentos de pai e filho foram parecidos na maioria das categorias de bens presentes nos inventários.

Palavras-chave


Varginha-MG; Século XX; Elite agrária; Família dos Reis; Composição de riqueza.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Espaço Plural

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.


ISSN: 1981-478X


 Periodicidade: Semestral

Indexadores:

 

 

Foi confirmada a inclusão do periódico, para breve, no seguinte indexador: