O Movimento Feminista durante a ditadura militar no Brasil e no Chile: conjugando as lutas pela democracia política com o direito ao corpo

Karina Janz Woitowicz, Joana Maria Pedro

Resumo


Como se articula o movimento  feminista em meio  às  lutas  pela  democracia  que  marcaram  a ditadura militar  no  Brasil  (1964-1985)  e  no  Chile (1973-1990)? Como se deu o debate entre os direitos humanos e as reivindicações específicas das mulheres nos  periódicos  feministas  brasileiros  e  chilenos? O presente texto se propõe, através de uma perspectiva comparativa,  a  levantar  alguns  elementos  sobre  os processos de organização e luta protagonizados pelo movimento  feminista  nos  referidos  países  do Cone Sul,  observando  como  as  mulheres  conjugaram  a resistência  política  ao  regime  militar  com reivindicações  do  campo  da  sexualidade,  como
contracepção e aborto. Para  indicar aproximações e diferenças  entre  os  dois  países  sobre  a  questão proposta, serão  tomados como referência os discursos da  mídia  alternativa  produzida  pelo  movimento feminista,  em  que  se  destacam  os  conflitos  e enfrentamentos  com  os  setores  conservadores  e  os partidos de esquerda vivenciados pelas organizações de mulheres, na luta pela democracia e pela igualdade de gênero.

Palavras-chave


movimento feminista; ditadura militar Brasil/Chile; direitos das mulheres; imprensa minista; mídia alternativa.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais




ISSN: 1981-478X


 Periodicidade: Semestral

Indexadores:

 

 

Foi confirmada a inclusão do periódico, para breve, no seguinte indexador: