Corpos reais e corpos desejados: apontamentos para uma reflexão sobre corpo e identidade na contemporaneidade.

Ana Lucia de Castro

Resumo

O artigo problematiza o culto ao corpo, especialmente a prática da cirurgia plástica, como expressão da obsessão pela construção da aparência que marca a cultura contemporânea, buscando relacionar a insatisfação geral com os próprios corpos, experimentada pelos indivíduos contemporâneos com os modelos corporais disseminados, principalmente, pela mídia.

Palavras-chave

Culto ao corpo; Cirurgia plástica; Identidade; Mídia; Cultura contemporânea.

Texto completo:

PDF