BIODIGESTORES COMO FERRAMENTA PARA UM ENSINO INTEGRADOR

Zenilda Ribeiro Silva, Lígia Marcelino Krelling, Marcos Antonio Florczak

Resumo

Este trabalho realizado por meio de uma pesquisa de observação participante, busca uma instrumentalização para o ensino das Ciências Naturais (CN) envolveu jovens do Ensino Médio regular de uma escola estadual em Araucária–PR. O objetivo foi propor estratégias para ensinar de forma integrada, por meio do conceito unificador energia.Para análise dos dados utilizamos a perspectiva qualitativa de análise de conteúdos como propõe Bardin (1977). Para alcançar esta meta foi proposto a construção de um modelo didático pedagógico de biodigestor que deu suporte ao conteúdo teórico trabalhado de modo dialogado em sala de aula. O trabalho aqui apresentado foi concebido de forma a contemplar os dois eixos fundamentais recomendados pelos PCN para o ensino de CN: a contextualização e a interdisciplinaridade. A contextualização ocorreu por meio de discussão, em sala de aula, relacionada ao processo de decomposição da matéria orgânica, que ao longo da biodigestão permitiu a visualização da formação do gás metano e outros gases que foram produzidos durante este processo. A interdisciplinaridade, por sua vez, foi explorada no contexto de uma abordagem em que os fenômenos naturais, para serem vislumbrados de forma plena, necessitam da visão integrada de várias disciplinas. Ênfase foi dada às conexões entre os processos de decomposição da matéria orgânica e consequente produção de gás, o qual pode ser utilizado, por exemplo, na produção de energia elétrica.

 

Palavras-chave: Ensino de Ciências. Interdisciplinaridade. Energia. Biodigestor.

Palavras-chave

Ensino de Ciências. Interdisciplinaridade. Energia. Biodigestor.

Texto completo:

PDF