OS EFEITOS DA ELEVAÇÃO DOS PREÇOS DAS COMMODITIES AGRÍCOLAS SOBRE A SEGURANÇA ALIMENTAR

Antonio Nivaldo Hespanhol, Rosangela aparecida de Medeiros Hespanhol

Resumo


A elevação dos preços das commodities agrícolas tem agravado a situação de insegurança alimentar no mundo, notadamente nos países pobres. A fome e a subnutrição persistem em virtude de fatores estruturais e conjunturais e a situação é mais grave nos países pobres que dependem da importação de alimentos. O Brasil é exportador líquido de alimentos e, mesmo assim, parte de sua população não possui renda suficiente para adquirir os mantimentos no mercado. Os meios de produção e a renda são muito concentrados no país e isto compromete a segurança alimentar. Embora as políticas de combate à insegurança alimentar tenham se iniciado nos anos 1970, a situação começou a melhorar somente com o estabelecimento de políticas públicas distributivas como os Programas Bolsa Família e Fome Zero a partir do ano de 2003 e com o bom desempenho da economia nos últimos anos, mas, mesmo assim, a fome e a desnutrição atingem a população mais pobre do país que enfrenta, inclusive, dificuldades para ter acesso às políticas públicas.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Faz Ciência


ISSN 1677-0439 (versão impressa) – ISSN 1983-148X (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

revista.fazciencia@unioeste.br |