Ancoragem cambial, globalização e concentração de renda: uma interpretação a partir de Michal Kalecki

Carlos Aguedo Nagel Paiva

Resumo

O processo inflacionário foi central no entendimento da dinâmica econômica latino-americana nas décadas de setenta e oitenta. Em tal período as tradicionais teorias a respeito do tema foram alvo de estudos e controvérsias. Neste artigo propomos a idéia de que o Plano Real, cujos fundamentos foram alicerçados neste período, embasou-se muito mais nas contribuições pioneiras de Keynes e Kalecki do que nas propostas oriundas do debate recente. A heterodoxia do Plano Real apresentou dimensões positivas, ainda que com implicações redistribuitivas limitantes, especialmente no plano dos salários.

Palavras-chave

Hiperinflação; Expectativas; Taxas de Câmbio; Distribuição da Renda; Política Fiscal; Plano Real

Texto completo:

PDF