Reestruturação Da Distribuição Populacional E Econômica Do Oeste Do Paraná, Rebatimentos Empregatícios E Migratórios

Crislaine Colla, Ricardo Rippel, Jandir Ferrera de Lima, Lucir Reinaldo Alves

Resumo

O objetivo deste texto é analisar a dinâmica populacional em relação à evolução da estrutura produtiva e das mudanças nos aspectos econômicos da Mesorregião Oeste Paranaense no período de 1970 a 2009. Para atender ao objetivo proposto utilizou-se dados de população oriundos do Censo Demográfico e a análise do perfil de localização tanto da população quanto dos postos de trabalho na Região. Na década de 1970, a base produtiva do oeste era fundamentada no setor primário e evidencia-se uma inversão na composição da população, ou seja, uma redução significativa da população rural. Neste período também verifica-se uma emigração interestadual expressiva, especialmente em busca das novas fronteiras agrícolas. Na década de 1980 e 1990 acentuam-se as migrações inter-estaduais e intra-regionais. Há uma redução tanto da emigração quanto da imigração e isso pode ser explicado pelo processo de modernização da produção rural, pela urbanização e o fortalecimento dos setores secundário e terciário, como pode ser verificado nas análises do perfil do Quociente locacional. O período de 2000 a 2009 confirma as tendências anteriores da intensificação da industrialização e o fortalecimento do setor terciário, principalmente nas cidades pólo de Cascavel, Foz do Iguaçu e Toledo.

Palavras-chave

fluxos migratórios, dinâmica econômica, desenvolvimento regional.

Texto completo:

PDF