Formas narrativas brasileiras

Ildo Carbonera

Resumo

A aproximação e o afastamento podem ser observados em narrativas como Sargento Getúlio, deJoão Ubaldo Ribeiro e O trono no morro, deJoséJ. Veiga, lembrando O primo Basílio, de Eça de Queirós, Esaú e Iacó, de Machado de Assis, São Bernardo de Graciliano Ramos e Grande Sertão: Veredas, deJoão G. Rosa. Os “lugares” do poder assemelham-se afantasmas, principalmente nas duas primeiras obras. Existem, mas não temos informações precisas. Os únicos sinais transparecem nas ações, reações e no silêncio das pessoas comuns, simples epobres. Uma tendência dessas narrativas é manter calados os vencedores e dar voz aos vencidos.

Palavras-chave

literatura - poder - narrativa - intertextualidade - romance análise

Texto completo:

PDF