Polaridade Entre o Coro e a Personagem na Peça As Primícias: Uma Velha Nova História

Lourdes Kaminski Alves

Resumo

Este estudo pretende refletir sobre a personagem feminina na peça As Primícias (1970), de Dias Gomes, nos aspectos referentes à ruptura e dissidência representados a partir de elementos estruturais que se aproximam do gênero trágico. Embora a peça distancie-se do gênero em alguns pontos, em outros, mantêm forte intertextualidade com a tragédia antiga no que se refere à estilização da heroína, à presença das antinomias radicais e à função interventiva do coro.

Texto completo:

PDF