O labirinto da escritura: ficção e memória nas poéticas de Ricardo Piglia e Umberto Eco

Wellington Ricardo Fioruci

Resumo


A produção literária das últimas décadas, como nos indicam as diversas leituras e estudos acerca do tema, vem priorizando uma abordagem essencialmente crítica da história, sem perder de vista, entretanto, a potencialidade da linguagem poética. De fato, ao embrenharmonos por entre os caminhos e descaminhos da narrativa literária convencionalmente chamada de pós-moderna, percebemos uma preocupação latente que se lança em direção à própria autenticidade do discurso narrativo, colocando em xeque, desta maneira, os alicerces da cultura racionalista ocidental. Portanto, levando-se em conta o postulado  de que entre o estilo e o gênero existe um vínculo orgânico e indissolúvel, é possível observar nos romances de Umberto Eco e Ricardo Piglia um afã por inserir a história no universo literário, redimensionando, assim, sua significação enquanto discurso. Suas obras revelam-se bastante sintomáticas no que tange à problematização do real e do ficcional, do verdadeiro e do falso. Os romances apresentam-nos uma linguagem a um só tempo experimental e metaliterária, correspondendo, dessa forma, aos anseios pós-modernos de desconstrução/descriação/antítese, frente aos ideais modernistas de criação/totalização/síntese. Com efeito, as vertentes contemporâneas da literatura vêm rediscutindo muitos dos conceitos clássicos, dentre os quais se destacam os da influência, da originalidade, fonte, imitação. Nesse contexto, pode-se dizer que o zeitgeist pós-moderno aparecerá como uma espécie de balizador desse profícuo diálogo entre os romances e as conflituosas relações que estes mantêm com o passado.

Palavras-chave


Pós-modernidade, discurso ficcional, discurso histórico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.48075/rlhm.v5i5.2103

Direitos autorais



Revista de Literatura, História e Memória - Qualis B2

ISSN: 1983-1498 — ISSN: 1809-5313


Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGL

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalhm@gmail.com |