Caracterização socioeconômica e tecnológica dos produtores de leite em um modelo de propriedade associativista de Dracena, SP

Daniela Dutra Estevam, Omar Jorge Sabbag

Resumo

A agropecuária brasileira tem a pecuária leiteira como uma das principais cadeias econômicas. Juntamente com as grandes fazendas comerciais, há as pequenas propriedades, que utilizam pouca tecnologia, com baixa produtividade e rentabilidade, o que é típico da cidade de Dracena, SP, onde a produção leiteira média é de 2.700 mil litros. As pequenas propriedades consideradas como agriculturas familiares, em sua maioria participam de associações de produtores, como a Associação de Produtores Rurais de Dracena (APRD), em que por meio de cursos, auxílio de técnicos e cooperação beneficia todos os associados. Dessa Forma, este estudo teve como objetivo a caracterização socioeconômica e tecnológica dos produtores de leite do município de Dracena, SP e bem como a determinação dos principais problemas que caracterizam o sistema produtivo da associação. Foram utilizados censos estatísticos, juntamente com um Diagnóstico Rural Participativo realizado por entrevistas semiestruturadas e análise externa e interna da produção através da matriz SWOT. O principal problema encontrado pelos produtores foi a instabilidade do preço do leite, os maiores gastos com as rações e a necessidade de maior capitalização do sistema, uma vez que há a necessidade da construção e elaboração de estratégias para o sistema produtivo.

Palavras-chave

agricultura familiar; associação; diagnóstico.

Texto completo:

PDF