Análise de crescimento de girassol ornamental de vaso e aplicação de nitrogênio

C. de L. Braga, D. M. Fernandes, L. F. Sirtoli, F. Ludwig

Resumo

Este trabalho teve como objetivo comparar o crescimento de plantas de girassol ornamental de vaso, sob níveis de nitrogênio aplicado  via fertirrigação, em cultivo protegido, empregando a técnica de análise de crescimento. O experimento foi conduzido no Departamento de Recursos Naturais - Ciência do Solo, Fazenda
Experimental Lageado, pertencente à FCA, UNESP, Campus de Botucatu – SP, em casa de vegetação, no período compreendido de 21 de agosto a 22 de outubro de 2008. Adotou-se o delineamento em blocos casualizados, com quatro  doses de nitrogênio (75%, 100%, 125% e 150%), utilizando 100% como referência a dose de 0,035 g L-1 na fase vegetativa e 1,66 g L-1  na fase reprodutiva, tendo como fonte o nitrato de amônio. Foram utilizadas sementes de girassol ornamental, cultivar Sunflower F1 Sumbrite Supreme, da SAKATA®, semeadas em bandejas com 128 células,  posteriormente transplantadas em vasos de plástico número 15, com capacidade para 1,3 L, preenchidas com substrato formulado. Foram avaliados a cada quinze dias coletas de plantas para análise de crescimento, com avaliações da área foliar e da massa seca total, que foram transformados em dados fisiológicos de taxa de
crescimento relativo, taxa assimilatória líquida e razão de área foliar. Os resultados indicam que ocorreu maior eficiência fotossintética das plantas com o aumento das doses de nitrogênio aplicadas nas plantas de girassol ornamental.

Palavras-chave

cultivo de flores, fertirrigação, eficiência fotossintética

Texto completo:

PDF