ADUBAÇÃO FOLIAR A BASE DE CÁLCIO E BORO NO CULTIVO DA SOJA (Glycine max)

Edleusa Pereira Seidel, Walter L. Basso

Resumo

O objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos de cálcio e boro, aplicados em pulverização foliar, em diferentes estádios da cultura de soja, nos componentes de produção e produtividade da soja (Glycine Max). O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com quatro blocos. Os tratamentos consistiram na aplicação do fertilizante foliar comercial a base de cálcio e boro (10,0% Ca, 0,5% B) na cultura da soja na dose de 3,0 L ha-1 em quatro épocas: 10 dias antes do florescimento (botões florais fechados) estádio R1, no florescimento pleno (mais de 80% com antese floral) estádio R2, 15 dias após o florescimento pleno (vagens com 3 a 5mm) estádio R3 e 30 dias após o florescimento pleno (vagens com 15mm) estádio R4, e uma testemunha sem aplicação de fertilizante foliar. A aplicação foliar de Ca e B não influenciaram a produtividade da soja em nenhum estádio de aplicação. O número de vagens por planta, número médio de grãos por vagem e massa de mil grãos não diferiram estatisticamente com a aplicação foliar de Ca e B, provavelmente devido ao teor adequado dos mesmos no solo e boa disponibilidade hídrica durante o desenvolvimento da cultura.

 

Palavras-chave

Fertilizante foliar, peso de grãos, produtividade.

Texto completo:

PDF