Vigor de sementes de sucará (Gleditschia amorphoides Taub. Caesalpinaceae)

Fabiane Cristina Gusatto, Marlene de Matos Malavasi, Ubirajara Contro Malavasi

Resumo

The sucará also known as Gleditschia amorphoides is a important for the regeneration of riverine areas. Due to the presence of numbness imposed by the tegument, occurs late in seed germination, and obtaining the results, often does not correspond with the real force of the same. The tetrazolium method was used to assess the viabilidade of seed, especially because it is accurate, fast, low cost and easy to perform. This study aims to evaluate the seed vigor sucará from different sources through the tetrazolium test and seedling development. We used three seed origins, looking through the germination test, germination percentage, germination speed index, length of shoot and root mass of seedling. Parallel testing was held water content, weight of thousand seeds and tetrazolium. The averages were compared and analyzed by the Tukey test at 5% probability. It was found that there was no statistical difference between the lots Mercedes, Santa Helena and Marechal Cândido Rondon, and that the average percentage 56% of germination and the viability of the tetrazolium of 50.33 %.

O sucará, também conhecido como Gleditschia amorphoides é uma espécie arbórea importante à regeneração de áreas ribeirinhas. Devido à presença da dormência imposta pelo tegumento, ocorre atraso na germinação das sementes e a obtenção dos resultados, muitas vezes, não condiz com o real vigor das mesmas. O tetrazólio foi o método utilizado para avaliar a viabilidade de sementes, destacando-se por ser preciso, rápido, custo baixo e de fácil execução. O presente trabalho tem por objetivo avaliar o vigor das sementes de sucará de diferentes procedências através do teste de tetrazólio e o desenvolvimento de plântulas. Foram utilizadas três procedências de sementes, analisando através do teste de germinação, porcentagem de germinação, índice de velocidade de germinação, comprimento de parte aérea e radicular de plântula e massa de plântula. Paralelo, realizou-se os testes teor de água, peso de mil sementes e tetrazólio. As médias foram comparadas e analisadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Verificou-se que não houve diferença estatística entre as procedências Mercedes, Santa Helena e Marechal Cândido Rondon, sendo que a porcentagem média de germinação é de 56% e a viabilidade do tetrazólio de 50,33%.

Palavras-chave

Germinação, tetrazólio e viabilidade

Texto completo:

PDF