Hierarquia e governo sob o diretório na Amazônia Pombalina

Rafael Ale Rocha

Resumo


Este artigo pretende analisar, através da aplicação da lei conhecida como Diretório dos Índios no que se refere à institucionalização da posição hierárquica das lideranças indígenas, as relações entre políticas indígenas e indigenistas durante a segunda metade do século XVIII na Amazônia. Como pretendemos mostrar, observaremos
que a consolidação do status destes chefes indígenas respondia aos interesses da Coroa portuguesa, pois, integravam um modelo de governo e administração baseado na hierarquia colonial no qual estavam inseridos uma gama de agentes (inclusive os oficiais índios).
Por outro lado, esta mesma política (a institucionalização das chefias indígenas) possibilitava maior espaço de manobra às lideranças indígenas.

Palavras-chave


Amazônia colonial; políticas indígenas; políticas indigenistas; governo colonial

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |