Ciência médica e poliomielite no Brasil na primeira metade do século XX

André Luiz Vieira de Campos

Resumo

O artigo analisa os dilemas da ciência médica diante da ameaça da poliomielite até a década de 1950, quando a bacteriologia elaborou um novo modelo e uma vacina eficaz para a doença. Argumenta que, como o modelo proposto por Simon Flexner na década de 1910, apresentava muitas fragilidades, médicos e autoridades sanitárias no
Brasil recorriam a modelos diversos para explicar a doença e responder à ansiedade coletiva, especialmente em momentos epidêmicos.

Palavras-chave

poliomielite, história, modelos médicos, Brasil.

Texto completo:

PDF