Via de “mão dupla” na ontologia dos movimentos sociais

Caio Graco Valle Cobério

Resumo


Os movimentos sociais surgiram ao longo do século XX por razões históricas que se caracterizaram por várias transformações nas relações econômicas e de poder, levando a uma nova forma de organização dos setores da sociedade em torno de interesses bem mais específicos. Nas teorias de interpretação sócio-histórica desses movimentos, coexistem as novas realidades com os novos modelos de leitura dessas realidades, gerando perspectivas díspares para o entendimento. Para compreender a ambos, traça-se uma abordagem ontológica e conceitual dos movimentos sociais, identificando que tanto as mudanças da realidade histórica quanto dos paradigmas das teorias que as interpretam conduzem a resultados contrários.

Palavras-chave


movimentos sociais, trabalho, Marxismo, Estruturalismo

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |