Candangos: uma história de trabalho e exclusão

Edson Beu Luiz

Resumo


Este artigo objetiva analisar as condições de trabalho dos operários que participaram da construção de Brasília entre os anos de 1957 e 1960, denominados “candangos”. Trata-se de um trabalho de História Oral cuja discussão enfatiza a precariedade das moradias oferecidas à massa trabalhadora, a questão salarial, o abuso da prática de horas extras e os consequentes acidentes de trabalho, a violenta atuação da improvisada milícia policial da época e o papel de “mito-fundador” exercido pelo presidente Juscelino Kubitschek para viabilizar a execução do ousado projeto político de transferir a capital da República para o interior do país durante seu mandato.

Palavras-chave


Brasília, “candango”, trabalho, exclusão

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |