Notas sobre o papel da música de Ennio Morricone na passagem do cinema clássico para o moderno

Rodrigo Carreiro

Resumo

Através do exame da música composta pelo italiano Ennio Morricone para os quatro primeiros spaghetti westerns dirigidos por Sergio Leone, este artigo pretende levantar algumas reflexões sobre o papel exercido pelas composições do maestro na passagem do cinema clássico para o moderno, ocorrida ao longo de duas décadas (1940-1960). Embora não costume ser citado entre os compositores responsáveis por concretizar a transição da música cinematográfica entre as duas fases da história do cinema, Morricone teve um papel efetivo no período, introduzindo no estilo neo-romântico algumas características que se tornariam centrais no cinema moderno, como o gosto por citações, elementos de música pop e musique concrète.

Palavras-chave

história do cinema; análise fílmica; Western; música cinematográfica

Texto completo:

PDF