Perspectivas históricas da 11ª Oktoberfest com a vida dos teuto-rondonenses: relações e interesses culturais, sociais e políticos

Ilse Lorena von Borstel Galvão de Queirós

Resumo


O presente estudo busca compreender e interpretar as relações, os interesses da 11ª Oktoberfest (1997) com o passado dos teuto-brasileiros de Marechal Cândido Rondon, PR. O texto baseia-se na análise de documentos, entrevistas e observação participante, demonstra as características gerais do Município e dos personagens que o constituíam; como a Oktoberfest, evento cultural de lazer, foi e, ainda, continua sendo, uma prática política direta e explícita de reafirmação de identidade grupal e, principalmente, territorial étnica. Contextualizando-se o cenário cultural, social e econômico do passado em constante relação com o presente.

Palavras-chave


Cultura teuto-brasileira; festa tradicional; tradição inventada; identidade étnica

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempos Históricos

 

e-ISSN 1517-4689 

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

Programa de Pós-Graduação em História

Rua Pernambuco, 1777- Caixa Postal 91

Marechal Cândido Rondon – Paraná- Brasil

CEP: 85960-000

| e-mail principal: revista.thistoricos@unioeste.br — e-mail secundário: thistoricos@yahoo.com.br |