CONTORNOS E NUANCES DA IDENTIDADE PROFISSIONAL EM NARRATIVAS DE PROFESSORES: FOCO NO PIBID

Ana Paula Domingos Baladeli, Aparecida de Jesus Ferreira

Resumo

Narrar nossas histórias por meio de memórias e relatos autobiográficos pode contribuir para que compreendamos melhor nossas trajetórias – pessoal e profissional.  Nessa perspectiva, a pesquisa narrativa tem despontado como alternativa teórica e metodológica para a formação de professores, isso porque, segundo assevera Telles (1999) e Nóvoa (2009), além de pesquisas desta natureza promoverem reflexões e ressignificações para os futuros professores, evidenciam as trajetórias, os contornos e as nuances do processo de sua construção identitária. Neste artigo discutimos a pesquisa narrativa na formação inicial de professores de Língua Inglesa, participantes do Pibid, e refletimos sobre a identidade profissional e a influência de suas trajetórias de vida na percepção que o grupo apresenta sobre a profissão professor. Adotamos o conceito de identidade como uma produção histórica e híbrida que se prolifera via discurso, dado que favorece uma geração de dados pertinentes para a compreensão dos sentidos que o grupo sobre sua identidade profissional.

Palavras-chave

Formação do professor; Narrativa; Identidade Profissional

Texto completo:

PDF