ALEITAMENTO MATERNO EXCLUSIVO AOS SEIS MESES DE VIDA

Júlia Reis Conterno, Hugo Razini de Oliveira, Bruna Juliana Zancanaro Frizon, Cláudia Silveira Viera, Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso

Resumo

Introdução: O complemento à alimentação da criança vem sendo incluído antes dos seis meses de vida, sendo que até essa idade o leite materno é suficiente para oferecer todas as fontes de nutrientes necessárias a criança. Objetivo: Identificar a alimentação de bebês em seguimento ambulatorial aos seis meses de vida, quanto ao aleitamento materno exclusivo e/ou introdução de alimentos na dieta. Método: Estudo exploratório, descritivo, de abordagem quantitativa, em hospital universitário no Paraná, tendo como participantes mães sem comorbidades, que tiveram o parto na maternidade do hospital, de recém-nascidos a termo e, que aceitaram fazer parte do seguimento ambulatorial aos seis meses de vida da criança. Os dados foram coletados por meio de instrumento semiestruturado, sendo realizada análise descritiva dos dados. Estudo aprovado por comitê de ética em pesquisa. Resultados: Ao nascimento 70,3% das mulheres realizaram amamentação imediata, 65% delas apresentaram dificuldade para amamentar. No seguimento, 89,8% amamentaram exclusivamente até os 4 meses e a maior dificuldade apresentada para a amamentação exclusiva foi o retorno ao trabalho. Quanto à introdução alimentar, percebeu-se que a maioria iniciou papas de frutas e papas salgadas de batata com carnes, macarrão e arroz. Conclusão: As mulheres não estão amamentando exclusivamente seus bebês até os seis meses de vida, implicando que se inicie seu acompanhamento ainda na maternidade e haja o seguimento para a manutenção da amamentação na atenção primária.

Palavras-chave

Lactente; aleitamento materno; alimentação mista; nutrição do lactente.

Texto completo:

PDF