[1]
M. H. Lima e M. Ruffini, “OSCAR WILDE NA TRADUÇÃO PARA O PORTUGUÊS BRASILEIRO: A DECADÊNCIA E O SENTIMENTO”, Trav., vol. 8, nº 3, dez. 2014.