A interpretação Halliana de Gramsci e a teoria da sociedade em rede de Manuel Castells

Danielle Cristina Braz

Resumo


O objetivo deste trabalho é estabelecer possíveis relações e também apontar as divergências essenciais entre o texto de Stuart Hall, A relevância de Gramsci para o estudo de raça e etnicidade, presente no livro do mesmo autor Da diáspora: identidade e mediações culturais (2003), e o primeiro capítulo chamado Paraísos comunais: identidade e significado na sociedade em rede do livro de Manuel Castells, A era da informação: economia, sociedade e cultura - O poder da identidade (1999).O objetivo deste trabalho é estabelecer possíveis relações e também apontar as divergências essenciais entre o texto de Stuart Hall, A relevância de Gramsci para o estudo de raça e etnicidade, presente no livro do mesmo autor Da diáspora: identidade e mediações culturais (2003), e o primeiro capítulo chamado Paraísos comunais: identidade e significado na sociedade em rede do livro de Manuel Castells, A era da informação: economia, sociedade e cultura - O poder da identidade (1999).


Palavras-chave


Stuart Hall; Gramsci; Manuel Castells

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Alamedas - Revista Eletrônica de Filosofia


e-ISSN 1981-0253

Unioeste

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Toledo

Rua da Faculdade, 645 - Jardim La Salle

CEP: 85903-000 – Toledo-Paraná-Brasil

Fone: (45) 3379-7071

| revistaalamedas@gmail.com |