O PLANEJAMENTO REGIONAL NO RIO GRANDE DO SUL: ALGUMAS OBSERVAÇÕES A PARTIR DO COREDE FRONTEIRA OESTE

José Carlos Severo Corrêa, Rogério Leandro Lima da Silveira, Rosane Bernardete Brochier Kist

Resumo

O objetivo do artigo é analisar a experiência gaúcha de planejamento para o desenvolvimento regional no âmbito dos Coredes (Conselhos Regionais de Desenvolvimento), mais especificamente o processo de planejamento regional na região da Fronteira Oeste, em dois momentos de elaboração de planos regionais, realizados em 2009 e 2016. Inicialmente, realizou-se breve discussão sobre aspectos teóricos conceituais do planejamento ponderando-se a condição de planejamento em esfera pública, mesmo que não estatal. Na sequência apresenta-se a região estudada, contextualizando o Corede da Fronteira Oeste e suas características de conformação do território fronteiriço do Estado. Na terceira parte analisa-se o processo de planejamento regional propriamente dito, envolvendo comparação entre dois momentos da construção dos planos de desenvolvimento regional. Por fim, são apresentadas algumas conclusões em torno da experiência, que embora não sendo um processo acabado, tem proporcionado um acúmulo de conhecimento importante, tanto acadêmico como político.

 


Palavras-chave

Planejamento Territorial, Corede, Região da Fronteira Oeste, Rio Grande do Sul, Desenvolvimento Regional.

Texto completo:

PDF