A percepção do conceito de desenvolvimento regional nas áreas atingidas pelos reservatórios de Itaipu e Salto Caxias

Jandir Ferrera de Lima, Carlos Alberti Piacenti, Lucir Reinaldo Alves, Moacir Piffer

Resumo

Este artigo tem como objetivo principal analisar a percepção do conceito de desenvolvimento regional, nas autoridades, funcionários e técnicos responsáveis pelas políticas públicas de desenvolvimento econômico das regiões atingidas pelos reservatórios das hidroelétricas de Itaipu Binacional e Salt o Caxias. Como metodologia adotou-se a aplicação de questionários. Notou-se, a partir das respostas das lideranças locais, das regiões de estudo, que na sua concepção o desenvolvimento regional implica na implementação de uma série de políticas ao longo dos anos e a ação coordenada dos órgãos de governança local. Já os os atingidos de Itaipu definem desenvolvimento regional como sendo ações integradas que beneficiam todas as classes e possibilitam o bem estar da população no tocante à saúde, educação, turismo, emprego e tecnologia sendo que essas ações devem partir da característica marcante da região que é a agricultura. Em Salto Caxias os atingidos afirmam desenvolvimento regional baseia-se na melhoria da qualidade de vida e na geração de emprego e renda para as famílias. Foi notável que um dos principais instrumentos de desenvolvimento em municípios frágeis às mudanças ambientais e econômicas, como é o caso de regiões atingidas por grandes investimentos em infra-estrutura, é uma atuação maciça de instituições.

Texto completo:

PDF