Desenvolvimento das Segundas Residências no Entorno do Reservatório da UHE de Salto Caxias-PR

Edson Belo Clemente de Souza, Francieli Mezzomo França

Resumo

Este artigo aborda o desenvolvimento das segundas residências no entorno do reservatório da Usina Hidrelétrica de Salto Caxias instalada no rio Iguaçu, entre os municípios de Boa Vista da Aparecida e Capitão Leônidas Marques no sudoeste do PR. Após a formação do reservatório, que alagou áreas de nove municípios, em 1999 iniciou a ocupação do seu entorno motivada pela especulação imobiliária, passando o reservatório e suas margens a serem valorizados como espaço de lazer e de turismo de segunda residência. Este estudo, além de contribuir para o debate acerca do turismo de segunda residência, tem a finalidade de analisar a expansão das segundas residências nos municípios em torno do reservatório formado pela UHE de Salto Caxias, de maneira mais específica em Cruzeiro do Iguaçu-PR. A metodologia utilizada no trabalho baseou-se no levantamento de bibliografia sobre a temática, na busca de informações através de visitas in loco, em entrevistas informais com os agentes imobiliários e em aplicação de questionários aos proprietários das segundas residências. A pesquisa revelou a contribuição do turismo de segundas residências para a produção do espaço e a (re)criação do território.



Palavras-chave

Segunda residência. Lazer. UHE de Salto Caxias. (Re)criação do território. Desenvolvimento Regional

Texto completo:

PDF