Ser colono na fronteira: a singularidade da colônia militar de Foz do Iguaçu (1889/1910)

Antonio Marcos Myskiw

Resumo


Reflexão sobre o processo de ocupação da região da tríplice fronteira Brasil-Paraguai-Argentina, em fins do século XIX, com a implantação da Colônia Militar de Foz do Iguaçu. Pontuo a dinâmica utilizada pelos militares para selecionar colonos e, com isso, formar plantações e criar animais no interior do território da Colônia Militar, bem como o andamento e os percalços das atividades agrícolas e pastoris no decorrer dos anos até a extinção da Colônia Militar em 1910.


Palavras-chave


Colônia Militar; Fronteira; Colonos.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Perspectiva Geográfica

 


e-ISSN: 1981-4801

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Marechal Cândido Rondon
Curso de Graduação e Pós-Graduação em Geografia
Rua Pernambuco, 1777 - Centro
Marechal Cândido Rondon – Paraná - CEP: 85960-000

| revista.pgeografica@unioeste.br |