Um problema de fronteiras: Amazônia no contexto das redes ilegais do narcotráfico

Autores

  • Aiala Colares de Oliveira Couto

Palavras-chave:

Narcotráfico. Amazônia. Redes. Fronteiras.

Resumo


Os estudos sobre a expansão do crime organizado no Brasil e no mundo, sobretudo, relacionado ao tráfico de drogas e ao tráfico de armas tratam de um problema que envolve as fronteiras e nesse sentido diz respeito à questão da segurança e soberania nacional do Estado-Nação, ameaçadas no atual contexto pelas redes ilegais que articuladas a nível mundial desenvolvem atividades ilícitas que perpassam sobre a ordem do Estado. A geopolítica do narcotráfico necessita ampliar sua escala de atuação em diferentes etapas e por isso manifestam estratégias de produção, distribuição e consumo da droga e nesse contexto a Amazônia brasileira ganha importância para as organizações criminosas, pois a vulnerabilidade da floresta, a pobreza das cidades da fronteira e a localização próxima aos principais produtores de coca (Bolívia, Colômbia e Peru) colocam a região na trama das redes internacionais do tráfico de drogas, destacando o papel do Brasil como lócus de área de transito.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

COUTO, A. C. de O. Um problema de fronteiras: Amazônia no contexto das redes ilegais do narcotráfico. Perspectiva Geográfica, [S. l.], v. 6, n. 7, 2000. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/pgeografica/article/view/9165. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Territórios e Territorialidades Fronteiriças