Estratégia de sobrevivência

Cleusa F. O. Mantovanello

Resumo


Objetiva-se, neste trabalho, analisar – de uma perspectiva preponderantemente sociológica e mítica – o romance Os Tambores de São Luís, de Josué Montello. A obra tem como personagem protagonista Damião, um ex-escravo, cuja trajetória aponta para as adversidades a que tiveram que se sujeitar os negros, mesmo depois de livres, em sua luta pela sobrevivência e pela integração social. Observar-se-á a relação religiosidade africana versus catolicismo, e a aculturação do negro, enquanto estratégia fundamental para sobrevivência e ascensão social, a que se submete o protagonista e que culmina na resistência e rendição do personagem. Esses aspectos são pertinentes
à medida que corroboram para a constituição da identidade do protagonista e por demonstrarem também a resistência e a rendição dos africanos e de seus descendentes no Brasil.
Palavras-chave: Literatura, Religiosidade, Negro

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista de Literatura, História e Memória - Qualis B2

ISSN: 1983-1498 — ISSN: 1809-5313


Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGL

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalhm@gmail.com |