ENTRE CRÔNICAS E CRIANÇAS CHATAS: POR UM PROJETO CULTURAL LATINO EM CLARICE LISPECTOR

Joyce Alves

Resumo


Compreender a dimensão literário-cultural de uma obra parece ser um grande desafio quando se trata das literaturas latino-americanas. Isso porque a heterogeneidade cultural a partir das diferenças locais oferece também múltiplas perspectivas de análise. Porém, a maior parte dos intelectuais e pesquisadores acadêmicos mantém um único discurso eurocêntrico e hegemônico, priorizando perspectivas canônicas em detrimento das culturas locais e marginais. Assim, busco neste artigo, por meio da análise de algumas crônicas e do perfil biográfico-cultural de Clarice Lispector romper com este paradigma acadêmico que tem comprometido o avanço dos Estudos Culturais e Subalternos na América Latina, especialmente no Brasil. A opção pelas narrativas clariceana se justifica pelo fato de que mesmo nascida na Ucrânia, Clarice declara sua brasilidade em vários escritos e entrevistas, sobretudo nos reflexos identificáveis da cultura local latino-americana em seus textos. Nesta esteira e, tendo como base o pensamento de autores como Hugo Achugar, Walter Mignolo, Stuart Hall e Edgar Nolasco, busco apontar a latinidade de Clarice Lispector por meio dos temas abordados em algumas de suas crônicas. As questões referentes à subalternização do conhecimento e dos saberes conduzem este trabalho a identificar na temática da fome, da miséria, da violência urbana, entre outros, o objeto artístico central das crônicas clariceanas. Nesses temas é possível reconhecer aspectos culturais locais o que indica a real influência do lugar nas produções artísticas e culturais deste espeço bem como os diálogos pelas diferenças que partilham deste mesmo espaço sociocultural.

Palavras-chave


Latinidade; Clarice Lispector; crônicas

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Revista de Literatura, História e Memória

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista de Literatura, História e Memória - Qualis B2

ISSN: 1983-1498 — ISSN: 1809-5313


Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGL

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalhm@gmail.com |