CUBISMO LITERÁRIO: DA FORMA À POESIA

Ximena Díaz Merino

Resumo

Este estudo propõe uma reflexão que permita estabelecer as relações entre pintura e literatura vistas a partir do cubismo, com o objetivo de estudar a linguagem plástica literária na poesia do poeta chileno Vicente Huidobro. Pretende-se ressaltar as características mais representativas do cubismo literário, através da pintura e da poesia, com ênfase no caráter metafórico da poesia huidobriana. O corpus de estudo está composto pelo poema “Guitarra” (1917), de Vicente Huidobro, e o quadro Violín y Guitarra (1913), do pintor espanhol Juan Gris. Selecionou-se um poema do livro Horizonte Cuadrado (1917). O “violão”, junto a outros instrumentos musicais, foi bastante explorado pelos pintores cubistas. Por esta razão, optou-se por um poema e uma pintura cubista que tratassem desse tema. Assim, dentre os poemas que compõem Horizonte cuadrado encontra-se “Guitarra”, já a pintura Violín y Guitarra foi escolhida por ser da autoria de Juan Gris, o artista que mais interagiu com Huidobro, durante sua estada em Paris. O desenvolvimento deste estudo envolve pesquisa sobre o cubismo plástico e o literário, suas origens e características, objetivando a compreensão desta estética, tanto na pintura quanto na poesia. Serão analisados  a pintura e o poema com o objetivo de focar elementos estéticos do cubismo plástico. Esta análise estará pautada nos seguintes tópicos: aspecto metafórico da representação cubista, aspecto metonímico da fragmentação, simultaneidade na tela e na poesia e collage pictórica e poética.

Palavras-chave

poesia; cubismo; pintura; criacionismo.

Texto completo:

PDF