PROPRIEDADES SINTÁTICAS E PAPÉIS SEMÂNTICOS DO SUJEITO EM ORAÇÕES ESCRITAS POR ESTUDANTES/MORADORES ESTRELENSES

Pedro Antonio Gomes Melo

Resumo


Este artigo apresenta uma descrição, em uma perspectiva funcionalista, das propriedades sintáticas e dos papéis semânticos da categoria sujeito evidenciados em sentenças escritas por moradores/estudantes estrelenses. Além de estudos bibliográficos, utilizou-se da pesquisa de campo. Foram utilizados os autores basilares Ignácio (2002), Castilho (2010), Neves (1997, 2002, 2011) e Costa (2014). Os resultados evidenciaram que, do ponto de vista sintático, o sujeito pode ser preenchido ou não, em posição anteposta ao verbo, sendo expresso por pronomes ou por sintagma nominal, e ainda de forma elidida. Já do ponto de vista semântico, a função de sujeito expressou os papéis temáticos de agente, beneficiário, experimentador, causativo, origem e objetivo como argumentos de verbos dinâmicos e não dinâmicos.

 


Palavras-chave


Funcionalismo; sujeito; casos semânticos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.48075/rt.v13i30.16251

Direitos autorais 2017

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Trama

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

e-ISSN 1981-4674 

Unioeste

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon 

Colegiado do Curso de Letras

Rua Pernambuco, 1777

Marechal Cândido Rondon - Paraná

Caixa Postal 91 - CEP: 85960-000

| trama.unioeste@gmail.com |