PRODUÇÃO DE VÍDEO NA ESCOLA: PRÁTICAS DE MULTILETRAMENTOS NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM

Viviane Peres de Jesus LINO, Josias PEREIRA

Resumo

Este artigo tem por objetivo refletir sobre a potencialidade da produção de vídeo, no contexto escolar, como prática de multiletramentos no processo de ensino-aprendizagem. As reflexões aqui empreendidas avaliam atividades pedagógicas dentre as quais a produção de vídeo foi utilizada como objeto de aprendizagem. As discussões de que trata este trabalho são feitas com base na Pedagogia dos Multiletramentos cujos pressupostos consideram a crescente diversidade linguística e cultural e a multiplicidade de canais e meios – modos semióticos –, disseminados com o avanço tecnológico. Pelo presente estudo, pôde-se verificar que a integração de saberes envolvida nas práticas desenvolvidas durante o processo de produção de vídeo atende ao desing de um currículo pluralista, conforme proposto na Pedagogia dos Multiletramentos.

Referências:

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018.

_______. Ministério da Educação (MEC). Parâmetros Nacionais Curriculares Ensino Médio: bases legais. Brasília, DF: MEC, 2000. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf>. Acesso em: 02 dez. 2018.

DUBOC, A. P. Letramento crítico nas brechas da sala de aula de línguas estrangeiras. In: TAKAKI, N. H.; MACIEL, R.F (Orgs.). Letramentos em Terra de Paulo Freire. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014c. p. 209-229.

CAZDEN, C; COPE, B.; FAIRCLOUGH, N.; GEE, J.P.; et al. (New London Group) (1996). A pedagogy of multiliteracies: Designing social futures. In: COPE, B.; KALANTZIS, M. (Eds.). Multiliteracies: Literacy learning and the design of social futures. London: Routldge, 2000.

FESTINO, C. G. Os avanços tecnológicos: o fim da literatura? In: TAKAKI, N. H.; MACIEL, R.F (Orgs.). Letramentos em Terra de Paulo Freire. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014c. p. 89-100.

GOMES, Luiz Fernando. Hipertexto no cotidiano escolar. São Paulo: Cortez, 2011.

MIRANDA, Fabianna Maria Whonrath. Produção de vídeo na escola: um estudo sobre processos de aprendizagem audiovisual. 2015. 301 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Artes, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/284988>. Acesso em: 26 ago. 2018.

ROJO, Roxane. Letramentos múltiplos, escola e inclusão social. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo (orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

PEREIRA, J.; NEVES, G. (Org.). Produção de vídeo nas escolas: uma visão Brasil - Itália - Espanha - Equador. 1. ed. Pelotas: ErdFilmes, 2014. 110p.

PEREIRA, J.; KOVALSCKI, A.; SILVA, J. A.; BRIGNOL, J. M.; LINO, V. P. J. A produção de vídeo como prática pedagógica no processo de ensino-aprendizagem. Educitec, Manaus, v. 04, n. 08, p. 208-223, nov. 2018. Edição especial.

SANTOS, F. R. da S.; SOUZA, M. Aspectos multimodais em editoriais da Veja. In: Anais do

Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação, II, set. 2008, Recife. Recife: NEHTEUFPE, 2008, p. 1-16.

SILVA, S. B. Leitura digital na graduação em Letras: uma experiência no Rio de Janeiro. In: TAKAKI, N. H.; MACIEL, R.F (Orgs.). Letramentos em Terra de Paulo Freire. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014c. p. 133-150.

 

Recebido em 31-12-2018.

Aceito em 26-04-2019.

 

Palavras-chave

Produção de vídeo. Ensino-aprendizagem. Multiletramentos

Texto completo:

PDF