ESTRATÉGIAS DE ENSINO E TREINAMENTO EM CENTRO DE MATERIAL E ESTERILIZAÇÃO: REVISÃO INTEGRATIVA

Fátima Regina Cividini

Resumo

O Centro de Material e Esterilização (CME) é descrito como uma unidade de apoio às unidades assistenciais, com a finalidade de lhes prover os instrumentos, os equipamentos e os materiais esterilizados ou desinfetados necessários à realização de procedimentos de saúde. De acordo com o avanço da tecnologia, os CMEs foram ficando cada vez mais complexos e as técnicas cirúrgicas mais refinadas, exigindo, então, profissionais qualificados e capacitados para atuar em todas as áreas dos procedimentos de esterilização e do processamento de materiais. A chamada Educação Continuada (EC) veio como um auxílio para capacitar e treinar os atuantes nas mais diversas áreas do conhecimento e, nos CMEs, o objetivo é garantir a eficácia dos processos de esterilização para a segurança do paciente. O presente artigo apresenta uma revisão integrativa de literatura nos bancos de dados LILACS, Cinahl , Scielo e Pubmed, tendo como objeto de estudo dez artigos científicos, sendo oito nacionais e dois estrangeiros. Os resultados apresentaram que a EC é o método de qualificação e atualização profissional mais utilizado atualmente, ou seja, há uma preocupação generalizada, entre os gerentes de enfermagem e os gestores das instituições hospitalares, com a qualificação profissional dos colaboradores que atua nos CMEs e esses colaboradores sentem a necessidade de atualização constante como necessária para o aprimoramento do desempenho profissional. Ademais, associado à EC, que se tenha um manual de boas práticas em cada CME, não somente para consultas imediatas, mas também como guia para treinamentos.

Palavras-chave

Educação continuada; Esterilização; Desinfecção; Educação em Enfermagem

Texto completo:

PDF