A CULTURA DO PINHÃO-MANSO (JATROPHA CURCAS L.): USO PARA FINS COMBUSTÍVEIS E DESCRIÇÃO AGRONÔMICA

Michelle Sato, Osmar de Carvalho Bueno, Maura Seiko T. Esperancini, Elisandro Pires Frigo

Resumo

O estímulo ao uso das energias renováveis com destaque para os
biocombustíveis, em substituição aos de origem fóssil, tornou-se uma das
alternativas frente à questão do aquecimento global. Para tanto, dentre estas
se destaca o biodiesel, principalmente o de pinhão-manso (Jatropha curcas
L.). O objetivo deste ensaio foi de apresentar os estudos referentes ao uso
desta espécie para fins combustíveis, bem como estudos agronômicos realizados
até o momento, de modo a discuti-los e confrontá-los. Observa-se
que, de modo geral, as informações técnicas acerca da cultura são escassas
e por vezes conflitantes, tanto em seus aspectos produtivos e econômicos
como sociais, ambientais, políticos e energéticos. No entanto, sua
sustentabilidade ainda não foi comprovada, sendo que seus estudos, sob
todos os aspectos são eminentes, tanto no Brasil como em outros países.

Palavras-chave

culturas energéticas; biodiesel; sustentabilidade.

Texto completo:

PDF