A INCLUSÃO DIGITAL COMO PROPOSTA EDUCACIONAL NO ASSENTAMENTO ESTRELA EM ORTIGUEIRA – PR

Maria Salete Marcon Gomes Vaz, Geisla de Albuquerque Melo, Jonas Roberto Schaurich, Drielli Peyerl

Resumo

Por apresentar um dos menores índices de desenvolvimento humano (IDH) do Paraná, o Município de Ortigueira tornou-se espaço de constante atuação de instituições estatais, almejando reverter esta situação. Vislumbrando este cenário, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), por meio de seu programa de extensão Incubadora de Empreendimentos Solidários (IESol), passou a atuar no assentamento Estrela, localizado naquele município. Em parceria com a Secretaria do Estado da Tecnologia, Ciência e Ensino Superior e seu programa Universidade sem Fronteiras, a inclusão digital se desenvolve conforme o projeto “Economia Solidária no Contexto da Reforma Agrária: a IESol e os Assentamentos Estrela e Iraci Salete Strozake em Ortigueira – Paraná”. Esta linha de atuação é uma proposta educacional aos assentados para que possam utilizar ferramentas computacionais tanto nas tarefas laborais e cotidianas como para seu desenvolvimento cultural. Nesse contexto, a inclusão digital se consolidou no assentamento Estrela por meio de um curso básico de Informática, em outubro de 2008. Assim, a universidade cumpre seu papel de integrar ensino, pesquisa e extensão.

Palavras-chave

educação e informática, Ortigueira, IESol.

Texto completo:

PDF