Tratamento de resíduos químicos gerados em aulas experimentais do curso de química da Unioeste-Toledo: degradação de corantes azóicos utilizando radiação ultravioleta

Mauricio Ferreira da Rosa, Viviane da Silva Lobo, Fernando Castanho Morini, Estela Francini Silva

Resumo


A crescente preocupação com o lançamento de resíduos no ambiente tem levado o setor produtivo a investir pesadamente em estações para efetuar o tratamento de seus rejeitos e assim adequar-se às legislações ambientais vigentes. Como pólo de desenvolvimento de tecnologia e de conhecimento, a universidade não pode ficar à parte desta tendência. As aulas experimentais do Curso de Química da Unioeste – Campus de Toledo geram pequenos volumes de resíduos sendo que alguns com elevado poder poluente. Estes resíduos, que anteriormente eram indiscriminadamente despejados na pia, são agora segregados, classificados e devem ser tratados antes de serem descartados. Este projeto visa empreender algumas metodologias simples que podem ser empregadas na degradação de contaminantes orgânicos persistentes, como os azocorantes, visando ao posterior descarte desses contaminantes.

Palavras-chave


Resíduos; Azocorantes; Fotodegradação

Texto completo:

PDF


ISSN 1981-481X (versão eletrônica) – ISSN 1519-9686 (versão impressa)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Pró-Reitoria de Pesquis
a e Pós-graduação
Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110