QUESTÕES DE GÊNERO NO MUNDO RURAL E NA EXTENSÃO RURAL BRASILEIRA

Autores

  • Ana Paula Schervinski Villwock
  • Alessandra Regina Müller Germani
  • Patrícia Eveline dos Santos Roncato

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v4i1.13526

Palavras-chave:

Feminismo, gênero, meio rural

Resumo


Os movimentos feministas têm avançado na busca pela garantia de direitos iguais aos do homem. As características biológicas de homens e mulheres são herdadas, enquanto as diferenças de gênero são construídas socialmente e por isso podem variar no tempo e no espaço e são sujeitas às mudanças. Assim, considerando o meio rural observa-se que o trabalho realizado pela mulher agricultora não é visto, e tão pouco reconhecido como um trabalho, sofrendo diferentes preconceitos e se estende para as atividades de extensão rural no Brasil. Nesse sentido, este estudo analisou algumas conexões entre o movimento feminista e a construção da categoria gênero, dando ênfase ao meio rural e a extensão rural brasileira. Dessa forma, esse estudo permitiu abordar que o feminismo está longe de ser um consenso na sociedade como um todo, inclusive na brasileira. Além disso, quando se discute as questões de gênero no meio rural e na extensão rural nota-se que essas relações estão ainda menos presentes nesse contexto. As perspectivas são de que sejam revistas as políticas públicas, mesmo existindo ainda um conflito entre as mulheres rurais e o mundo rural contemporâneo, necessitando de um avanço nas discussões da extensão rural e do desenvolvimento rural do país.

Downloads

Publicado

30-06-2016

Como Citar

VILLWOCK, A. P. S.; MÜLLER GERMANI, A. R.; DOS SANTOS RONCATO, P. E. QUESTÕES DE GÊNERO NO MUNDO RURAL E NA EXTENSÃO RURAL BRASILEIRA. Alamedas, [S. l.], v. 4, n. 1, 2016. DOI: 10.48075/ra.v4i1.13526. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/13526. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios