DEMOCRACIA: CIDADANIA E SEUS LIMITES

Autores

  • Francioli Bagatin Unioeste

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v5i2.18297

Palavras-chave:

Cidadania, Democracia, Minorias.

Resumo


A Democracia é certamente um dos temas mais caros às Ciências Sociais. Embora tenha como fundamentos a igualdade e a liberdade ela apresenta limites, seja no país onde foi criada, seja no Brasil, cuja experiência democrática é muito recente. Entender as limitações da democracia é fundamental para sua consolidação ampla e efetiva, garantindo aos cidadãos, através de seus direitos (civis, políticos e sociais) a igualdade e a liberdade, independente de diferenças de gênero, classe social, etnia ou religião. Partindo do conceito de cidadania proposto por T. H. Marshall, o que se pretende é fazer um resgate do conceito de cidadania e relacioná-lo à democracia e as suas limitações, pois mesmo que a democracia tenha um aspecto de universalidade esta não atinge igualmente a todos, permitindo a ocorrência de desigualdades. A democracia moderna aliou-se de maneira consistente ao sistema capitalista e é tida como o único sistema de governo compatível com o capitalismo. Feministas, marxistas e multiculturalistas promoveram críticas ao ideal de cidadania proposto por Marshall e alertam para as consequências desse alinhamento produzido entre democracia e capitalismo, que gerou esta forma de sociedade: “democrática”, capitalista e liberal, caracterizada pela desigualdade de classes, baseada numa democracia abstrata e formal.  

Downloads

Publicado

20-01-2018

Como Citar

BAGATIN, F. DEMOCRACIA: CIDADANIA E SEUS LIMITES. Alamedas, [S. l.], v. 5, n. 2, 2018. DOI: 10.48075/ra.v5i2.18297. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/18297. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios