HEIDEGGER, LEITOR DE LUTERO: A BUSCA POR UMA VIDA CRISTÃ ORIGINÁRIA E O PROBLEMA DO PECADO

Autores

  • Eric Ewans Mendes Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v7i1.22942

Palavras-chave:

Heidegger, Lutero, Vida Cristã Originária, Pecado.

Resumo


A influência da Teologia sobre o pensamento inicial de Heidegger é fato comprovado. Na verdade, Heidegger começou sua vida estudantil na Teologia Católica, migrando para a Teologia Protestante, usando-a como auxílio importante no início do seu pensamento filosófico. Vários fatores levaram Heidegger a migrar não somente no campo intelectual como no campo da práxis religiosa, um desses fatores, por exemplo, foi o seu descontentamento com a postura extremamente dogmatista do pensamento Neo-Escolástico. Foi o Reformador Martinho Lutero uma das figuras importantes nessa transição. Por meio dos estudos de seu pensamento, Heidegger procurou responder a algumas questões importantes da problemática teológica. Neste trabalho, além de uma breve exposição da migração de Heidegger do Catolicismo para o Protestantismo, analisaremos como ele trata de duas dessas questões: primeira, acerca da vida cristã originária, e a segunda referindo-se a Lutero e o problema do pecado.

Biografia do Autor

Eric Ewans Mendes, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Mestre em Filosofia Social pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Downloads

Publicado

05-08-2019

Como Citar

MENDES, E. E. HEIDEGGER, LEITOR DE LUTERO: A BUSCA POR UMA VIDA CRISTÃ ORIGINÁRIA E O PROBLEMA DO PECADO. Alamedas, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 197, 2019. DOI: 10.48075/ra.v7i1.22942. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/22942. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios